Decoração

Lareira na Sala de Estar: Como escolher o modelo ideal

Uma paixão de mais de 400 milhões de anos. Esse é o tempo desde que nossos ancestrais perceberam o calor desse elemento natural, o fogo. De lá para cá, a paixão por calor fez as civilizações descobrirem infinitas utilidades do fogo até chegar à do charme de uma lareira na sala de estar. É expressão de estilo de vida? É necessidade? É ostentação? É tudo isso e muito mais. Conheça nesta mensagem muitas maneiras de tirar o máximo proveito dessa peça arquitetônica extraordinária.

Você já parou para pensar como o fogo entrou na rotina do homem? Os seres de milhares de anos atrás não tinham, claro, raciocínio desenvolvido o suficiente para descobrir por si só. Precisou de uma ajudinha da natureza: raios. Foi observando galhos de árvores em chamas ou em brasas que perceberam o calor.

Lareira para sala de estar: o início de tudo
Descoberta dos benefícios do fogo: o início de tudo

Depois dessas primeiras observações, passaram milhares de anos até notar que, esfregando uma madeira na outra, seria possível produzir fogo. Afinal, foi na madeira que viram as primeiras chamas.

Lareira na Sala de Estar

Há registros de uso ainda na idade média. Certamente, as primeiras tanto produziam benefícios quanto causavam empecilhos: muita fumaça, muita cinza – a Gata Borralheira que o diga -, calor excessivo, acidentes etc. Isso se dava porque à época faltava manejo quanto aos materiais usados.

Ao longo da história, os benefícios foram se destacando até anular os empecilhos:

  • Como fogão para produção de alimentos
  • Como gerador de calor em dias e noites frios
  • Para manutenção de temperatura de chás e outras bebidas
  • Como ponto residencial de convivência ou leitura
Lareira na sala de estar: nada mais aconchegante durante sessão de leitura e convivência
Lareira na sala de estar: nada mais aconchegante durante sessão de leitura e convivência

Atualmente, há centenas de modelos, mas quatro tipos básicos de lareiras:

  • Lareiras à lenha

São as clássicas porque, na opinião de muitos decoradores e arquitetos, são mais charmosas. Inferem reminiscência e tradição. Dão ao ambiente um ar de nostalgia gostoso capaz de levar os presentes a estado de espírito leve, tranquilo. Muitos ambientalistas torcem um pouco o nariz para esse tipo de lareira; dizem que o visual confortável não compensa o consumo de madeira, que consideram desnecessário. Mas basta apenas que se adquira madeira legal e pronto.

Lareira para sala de estar: o charme todo tradicional da lareira à lenha
Lareira na sala de estar: o charme todo tradicional da lareira à lenha
  • Lareira a gás

Ainda não é sonho de consumo de ambientalistas, mas é mais prática para a casa, pois não produz fumaça. Assim, dispensa chaminé. É adequada em casos de visuais que necessitem de lareiras maiores, com mais de 1m. Ajudam a dar sensação de luminosidade gostosa na sala

Lareira para sala de estar: a gás, o visual é mais moderno
Lareira na sala de estar: a gás, o visual é mais moderno
  • Lareira elétrica

Também é mais prática. A praticidade chega a tanto que há modelos que nem tocam o chão: podem ser instaladas penduradas na parede, o que facilita limpeza nem exige quebra-quebra na planta da casa. Manutenção e manuseio são simples.

Lareira na sala de estar: os modelos elétricos são práticos
Lareira na sala de estar: os modelos elétricos são práticos
  • Lareira ecológica

O combustível é etanol, portanto, é menos agressiva à natureza. Dispensa chaminé, pois não requer madeira para combustão. O alcance do efeito de calor é considerável.

Lareira na sala de estar: modelo ecológico dão aconchego sustentável
Lareira na sala de estar: modelo ecológico dão aconchego sustentável

Como escolher o modelo ideal?

O que é bom saber antes de optar por um modelo ou tipo:

Espaço disponível

Analise bem a área da sala; não confie na imaginação. Consulte sempre um decorador ou arquiteto e peça um desenho do local. Isso pode representar um detalhe de suma importância.

Condomínios

Se você mora em prédios, verifique o regimento interno. Pode ser que ele limite uso de determinado tipos de lareira.

Para quê?

Defina o objetivo da lareira: estética, conforto térmico (analise o alcance do calor), simples ocupação de área, manifestação de estilo de vida.

Aderência visual

Considere averiguar o impacto que o visual da lareira vai provocar em relação ao restante do mobiliário da sala.

Precauções ao Usar a Lareira

Esta mensagem destina-se a dicas de escolha de lareiras; portanto, considera que você ainda não adquiriu uma. Mas é sempre bom saber que:

  • Antes de mais nada, confirme se a lareira apresenta padrão de segurança observado pela Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT pela NBR 13.103
  • Você deve dispor de grade no caso de lareira à lenha; fagulhas podem saltar
  • Deve-se atentar para cuidados com crianças e animais doméstico quando as chamas não estão aparentes
  • Nunca apague a lareira; aguarde a extinção natural das brasas
  • É necessário limpeza adequada após mil horas de uso mais ou menos no caso de lareira à lenha; os outros tipos requerem menos trabalho de manutenção
  • Usar a lareira como fogão – ou churrasqueira – pode impregnar as paredes com odores que dão um trabalhão para corrigir
  • É preciso atenção à capacidade de calor e intensidade de chamas; se exagerou na quantidade de lenha, use um extintor de incêndio
  • É preciso cuidado à queima de oxigênio provocada pela lareira; se tiver hábito de dormir no ambiente, considere manter alguma abertura para entrada de oxigênio
  • Lareira a gás requer manutenção por equipe especializada por conta de riscos de vazamentos.  E sempre verifique as condições das válvulas de vazão
  • O tipo de lenha pode provocar excesso de calor ou de fumaça

Então, agora é adquirir o modelo adequado a suas expectativas e usufruir do visual e do conforto que as lareiras permitem ao ambiente. Se quiser saber um pouco mais sobre modelos de lareiras, clique aqui.